PUBLICIDADE

Homem que matou ex-mulher e estava foragido tentou suicídio

Rosana Nunes e Leonardo Cabral em 22 de Junho de 2022

Leonardo Cabral/Diário Corumbaense

Viatura do Samu chegando ao pronto-socorro com acusado de feminicídio

Edmilson Veríssimo dos Reis, de 33 anos, conhecido pelos apelidos de "Aquidauana e Xitu", foi localizado pela Polícia de Corumbá, na parte alta da cidade, nesta tarde. Ele estava escondido em uma casa e tentou suicídio. Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) foi chamada para remoção ao pronto-socorro.

O Diário Corumbaense apurou que ele teria dado um tiro na cabeça e chegou com sinais vitais ao PS, sendo encaminhado direto para o CTI (Centro de Tratamento Intensivo) da Santa Casa. 

Edmilson matou a facadas a ex-esposa, Grazielly Karine Soares Alves de Lima, de 28 anos, na madrugada desta quarta-feira (22), no bairro Popular Nova. 

A delegada da Mulher, Tatiana Zyngier e Silva, responsável pelo caso, informou a este Diário que três pessoas estavam na casa onde Edmilson se escondeu. Todos são homens e foram detidos por favorecimento pessoal e levados para a 1ª Delegacia de Polícia Civil.  

Reprodução/Redes Sociais

Grazielly e Edmilson estavam separados há três meses

O feminicídio

Depois que matou Grazielly, Edmilson ligou para um conhecido e disse que havia cometido o crime. Indicou onde ficava a casa, no bairro Popular Nova, e depois fugiu em uma moto. 

Essa pessoa foi até o endereço e logo que entrou na casa viu marcas de sangue e acionou o Corpo de Bombeiros. A Polícia Militar, Polícia Civil e a Perícia também foram chamadas. 

Grazielly, que era manicure, foi encontrada sentada em um sofá e com vários "retalhos" no corpo, descreve o boletim de ocorrência. Ela foi esfaqueada nos braços, tronco, cabeça e perna. Até o cabelo da vítima foi cortado em várias partes. 

Edmilson é mecânico e tem passagens por violência doméstica e porte ilegal de arma de fogo. Em 2012,  golpeou várias vezes com o cabo de uma faca a companheira dele na época. 

PUBLICIDADE