PUBLICIDADE

Fiscalização da PMA percorre 250 km de rios e aborda mais de cem embarcações

Rosana Nunes em 09 de Junho de 2022

Divulgação/PMA

Mais de cem embarcações foram fiscalizadas pela PMA

Equipes da Polícia Militar Ambiental de Corumbá e Campo Grande, fiscalizaram 101 embarcações e 187 pescadores e autuaram três paranaenses por pesca ilegal. 

A fiscalização fluvial nos rios Miranda, Aquidauana e Paraguai, nas regiões do Passo do Lontra e Albuquerque, percorrendo mais de 250 km de rios, integra a Operação Pesca Legal, deflagrada na terça-feira, 07 de junho. Foram abordadas chalanas de pesca profissional e embarcações de pescadores amadores, e ainda pessoas que pescavam no barranco dos rios.

Quase todos pescavam legalmente, exceto três paranaenses, residentes em Santa Amélia (PR), que foram autuados quando estavam em uma embarcação no rio Miranda, na área do município de Corumbá, pescando sem a licença ambiental. Com os infratores foram apreendidos um barco, um motor de popa, três carretilhas com varas e 2 kg de pescado. Os policias efetuaram auto de infração administrativo e aplicaram multa no valor total de R$ 1.320,00.

A pesca sem licença não é crime ambiental, porém, a PMA alerta que é documento necessário para a pesca no Estado e a falta dele caracteriza-se como infração administrativa, que prevê, além da multa mínima de R$ 300,00 até a máxima de R$ 10.000,00, a apreensão de petrechos de pesca, barcos e motores.

Durante a fiscalização ainda foram retirados 37 anzóis de galho que estavam armados nos rios. Os proprietários dos petrechos ilegais não foram localizados.

A “Operação Pesca Legal”, vai até o final de setembro visando a prevenção e repressão à pesca predatória no Estado. Com informações da PMA. 


PUBLICIDADE