PUBLICIDADE

Empossado, novo delegado-geral quer aprimorar trabalho da Polícia Civil

Portal de Notícias de MS em 22 de Fevereiro de 2022

Chico Ribeiro/Governo do Estado

Cerimônia de posse foi realizada na Governadoria; novo delegado-geral (à esquerda) tem vasta experiência

Após 15 anos de trabalho na Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, o delegado Roberto Gurgel de Oliveira Filho chegou, nesta terça-feira (22), ao posto de comando mais alto da instituição. Ele foi nomeado ao cargo de delegado-geral pelo governador Reinaldo Azambuja, em cerimônia com a presença de diversas autoridades. 

Ao assinar o termo de posse de Gurgel, o governador destacou a missão do novo delegado-geral. “Temos uma ótima Polícia Civil, aquela que mais elucida crimes de todo o Brasil, que faz um bom trabalho e precisa estar sempre se aprimorando. E a missão que o Roberto Gurgel tem como novo delegado-geral é aprimorar e unir as estruturas de segurança pública em benefício dos cidadãos. Confiamos muito no trabalho dele”, destacou Reinaldo Azambuja.   

Gurgel tem 41 anos de idade. Ele entrou na Polícia Civil aos 26. Em pouco mais de uma década e meia de trabalho dedicado à segurança pública do Estado, ocupou vários cargos administrativos dentro da Polícia Civil, como diretor do Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança), coordenador do DPI (Departamento de Polícia do Interior), diretor do DPE (Departamento de Polícia Especializada) e diretor da Acadepol (Academia de Polícia Civil).

Embora tenha pouca idade, o novo delegado-geral possui vasta experiência, destacou o secretário da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), Antônio Carlos Videira. “É importante estarmos sempre preparando as pessoas para novos cargos. Precisamos produzir segurança pública de qualidade e de excelência. Precisamos de pessoas jovens, focadas e determinadas. Ele esteve muito perto da gestão estratégica nas gestões de outros delegados-gerais e terá oportunidade de colocar em prática tudo que aprendeu. É um desafio grande que o Roberto vai tirar de letra", disse. 

Após tomar posse do cargo, o novo delegado-geral se comprometeu em aprimorar o trabalho desempenhado pela Polícia Civil. “Temos um papel de destaque em âmbito nacional, com muitas elucidações de crimes de homicídio. Somos a maior no Brasil que apreende drogas no País. Nosso desafio é aprimorar métodos de investigação e dar condições para que nossos colegas capacitados e qualificados possam desempenhar ainda mais essa função de polícia investigativa”, afirmou.

PUBLICIDADE