PUBLICIDADE

Contar confirma candidatura e diz que não existe ajuda do presidente a opositores

Campo Grande News em 06 de Agosto de 2022

Alex Machado

Capitão Contar durante lançamento de candidatura a governador do Estado

Sem apoio declarado do presidente Jair Bolsonaro (PL), o deputado estadual Renan Contar (PRTB), o Capitão Contar foi o último a lançar sua candidatura ao governo do Estado na sexta-feira (05), ao lado de seu vice, o advogado Humberto Sávio Abussafi Figueiró (PRTB) em chapa completa.

Confiante, ele enalteceu a caminhada ao lado de Bolsonaro e disse que não existe ajuda do presidente a nenhum de seus opositores. "Não tem apoio oficial a rival, Bolsonaro não fez apoio, mas independente disso e do que a imprensa quiser divulgar, meu apoio é irrestrito, aqui eu apoio o presidente de verdade", comentou.

Isso porque, Bolsonaro fez uma ligação na noite de quinta-feira à Tereza Cristina (PP) e Eduardo Riedel (PSDB), também candidato ao governador do Estado, durante o anúncio do suplente de Tereza ao Senado.

Contar disse, também, que vai construir um governo que trabalha pelo povo, com renovação. "Quero governar o estado porque Mato Grosso do Sul merece renovação, transformação, um governo que trabalha pelo povo, não mais para um grupo político e sim, com  transparência e dignidade. Quero trazer humanização, eficiência, reformas importantes que devem ser feitas", pontuou. 

O evento foi realizado no Grand Park Hotel, na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande, e oficializou, ainda, 25 candidatos para deputado estadual e 9 para federal e terá apoio do Avante.

Para Humberto Figueiró, a aliança com Contar, significa colocar a disposição da população, nomes de quem tenha propósito com a minoria, através do combate à desigualdade e geração de empregos, com foco também na economia.

"Estamos conseguindo entregar a população, uma possibilidade concreta de um projeto de político com propósito, sem contaminação da velha política. Uma política que não é feita por políticos profissionais. Queremos acabar com a desigualdade entre o filho do pobre e o rico, queremos interferir na vida dos nossos filhos e netos, das crianças do nosso Estado", enfatizou.

No último pleito

Em 2018, Contar foi uma surpresa nas eleições, sendo o deputado estadual mais votado para a Assembleia Legislativa com 78.390 votos . Em seu mandato se mostrou como oposição ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB), tentando inclusive pedir o impeachment do chefe do Executivo, mas sem sucesso por falta de apoio dos demais colegas.

PUBLICIDADE