PUBLICIDADE

Separada há cinco anos, mulher é atacada por ex-marido: "não vai ficar com ninguém"

Leonardo Cabral em 29 de Junho de 2022

Boletim de ocorrência 2797/2022, informa que uma mulher, de 53 anos, foi vítima de tentativa de feminicídio, na madrugada desta quarta-feira, 29 de junho. O acusado é o ex-marido, de 58 anos.

Conforme relatos da vítima, ela mora em uma área de invasão, no bairro Popular Nova, trecho do anel viário. O homem foi até lá e tentou matá-la, usando uma faca de serra. Ela conseguiu sair do local e se abrigou em uma casa abandonada nas proximidades. 

Ainda segundo a mulher, mesmo escondida, era possível ouvir o ex-marido gritando. Instantes depois, ela tossiu e o homem percebeu onde ela estava. Ele invadiu o imóvel abandonado e, além da faca, carregava um pedaço de madeira, tipo caibro. 

Ao encontrá-la, o autor a golpeou com a madeira, atingindo-a de raspão na lateral da testa. Ela conseguiu empurrar o ex e sair correndo, mas caiu e machucou o pé direito.

A vítima procurou a Delegacia de Polícia Civil e ressaltou no registro policial que o motivo é o fato de ela não querer reatar o relacionamento. Eles estão separados há cinco anos, porém, o homem faz ameaças e diz que a mulher não vai ficar com ninguém, que irá matá-la.

Diante da situação, a vítima solicitou medida protetiva de urgência para que o autor não se aproxime mais dela. O boletim de ocorrência foi registrado como tentativa de feminicídio e violência doméstica. 

Caso Grazielly

O caso aconteceu uma semana depois da trágica morte de Grazielly Karine Soares Alves de Lima, de 28 anos, na madrugada do dia 22 de junho. Ela foi torturada e assassinada por Edmilson Veríssimo dos Reis, de 33 anos, com quem estava, possivelmente, reatando o relacionamento após três meses separados, segundo apurou a Polícia Civil.

Edmilson morreu na segunda-feira (27), depois de ter dado um tiro na própria cabeça quando policiais descobriram o esconderijo dele. 

PUBLICIDADE