PUBLICIDADE

Um dos celulares levados durante roubo a três amigos é recuperado no Cervejaria

Leonardo Cabral em 23 de Maio de 2022

Divulgação/Polícia Militar

Celular foi achado debaixo de uma pedra, em terreno baldio

Um dos celulares pertencente a uma jovem de 18 anos, que junto com uma amiga e um amigo, foi assaltada na saída de uma casa noturna, foi encontrado.

Um policial militar de folga foi quem acionou a guarnição para informar que o telefone havia sido achado. O aparelho estava nas proximidades da praça da Cacimba, no bairro Cervejaria. A equipe policial, juntamente com a vítima e com o apoio da Rádio Patrulha, foi até o local indicado, e, após buscas, o celular foi encontrado embaixo de uma pedra, num terreno baldio.

O aparelho foi entregue para a jovem, que já havia registrado boletim de ocorrência do fato ocorrido.

O caso

Os três amigos passaram por momentos de tensão ao serem abordados por dupla armada com faca, por volta das 05h30, de domingo, 22 de maio, na saída de uma casa noturna, na Avenida General Rondon.

O homem que acompanhava as mulheres chegou primeiro ao carro deles, estacionado na Avenida. No trajeto até o automóvel, elas foram abordadas pelos indivíduos que anunciaram o assalto. Em seguida, um assumiu a direção do carro e o outro entrou pela portas de trás. O homem que as acompanhava estava no banco da frente do passageiro.

Foto enviada ao Diário Corumbaense

Carro caiu em uma valeta durante o assalto

O bandido deu partida no carro e no caminho, as vítimas tentaram parar a ação dos ladrões e houve uma briga. O condutor perdeu o controle da direção e caiu em uma grande valeta, na Travessa do Acampamento, a poucos metros de onde eles foram abordados.

Os dois bandidos conseguiram fugir. Equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram acionadas para socorrer as vítimas.

O homem apresentava escoriações leves pelo corpo e foi encaminhado ao pronto-socorro. Uma das mulheres foi atendida no local e a outra, proprietária do veículo, não precisou de atendimento e foi levada para a Delegacia de Polícia Civil onde o boletim de ocorrência de "roubo se a violência ou grave ameaça é exercida com emprego de arma branca", foi registrado.

PUBLICIDADE