PUBLICIDADE

Portaria autoriza contratação de brigadistas temporários para quatro municípios de MS

Campo Grande News em 12 de Abril de 2022

Divulgação/Arquivo Corpo de Bombeiros

Combate aos incêndios na Colônia São Domingos, na região do Pantanal, em Corumbá, em 2021

Portaria do Ministério do Meio Ambiente autoriza a contratação de brigadas federais temporárias em quatro municípios de Mato Grosso do Sul, consideradas áreas críticas de combate a incêndios. O aval também leva em conta o estado de emergência ambiental declarado nas regiões.

A portaria publicada hoje no Diário Oficial da União autoriza as contratações por meio do Prevfogo (Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais).

Em Mato Grosso do Sul, foram autorizadas contratações nos municípios de Aquidauana, Miranda, Porto Murtinho e Corumbá, regiões onde, historicamente, os índices de focos de calor batem recordes nacionais e comprometem grandes áreas.

Em Aquidauana serão duas brigadas, cada uma com 15 integrantes, sendo um chefe de brigada, dois brigadistas chefes de esquadrão e 12 brigadistas. Miranda e Porto Murtinho vão dividir duas brigadas nos mesmos moldes.

Em Corumbá, o Prevfogo está autorizado a contratar de dois brigadistas chefes de brigada, quatro brigadistas chefes de esquadrão e 24 brigadistas para a prevenção e combate aos incêndios florestais. Em Porto Murtinho, serão convocados brigadistas de queima prescrita (os aceiros, feitos de forma controlado para prevenir propagação do fogo). 

Outros dois supervisores vão ser contratados para dar apoio às coordenações estaduais do Prevfogo no municípios.

Segundo o coordenador do Prevfogo, Márcio Yule, o Estado já tem duas brigadas nas aldeias Limão Verde e Taunay Ipegue dos índios terena, em Aquidauana; São João e Alves de Barros, dos Kadiwéus, em Porto Murtinho. Para este ano, será formada outra brigada na aldeia Cachoeirinha, na comunidade terena de Miranda.

PUBLICIDADE