PUBLICIDADE

Vítima de sequestro relâmpago, mulher fica três horas em poder de bandidos

Rosana Nunes em 18 de Outubro de 2021

Divulgação/PM

Carro da vítima foi recuperado

Vítima de sequestro relâmpago, uma mulher de 46 anos ficou aproximadamente três horas em poder de bandidos, que roubaram celular, “uma grande quanta em dinheiro trocado” e dois anéis. O crime aconteceu entre a noite de domingo, 17 de outubro, e a madrugada desta segunda-feira, dia 18, quando a mulher foi resgatada pela Força Tática da Polícia Militar de Corumbá na rua Edu Rocha, bairro Popular Nova, após ser acionada para atender ocorrência de roubo.

Motorista de aplicativo, a vítima contou aos policiais militares que foi rendida por três pessoas (dois homens e uma mulher). Os autores se passaram por passageiros e pediram uma corrida da avenida General Rondon até o bairro Guatós. No trajeto, um deles deu uma gravata no pescoço dela e anunciou o assalto, ordenando que ela ficasse quieta, caso contrário morreria. 

Divulgação/PM

Dinheiro que estava com um dos bandidos

Depois de tomarem o controle do carro, os bandidos pegaram um quarto envolvido no crime. A vítima foi amarrada, amordaçada e abandonada em uma região de matagal sob a ordem de não gritar. Ela conseguiu se soltar e buscou ajuda de populares para entrar em contato com a polícia através do 190. Como o veículo tinha rastreador, foi localizado pela PM após bloqueio do carro.

Dois homens, de 22 e 23 anos, foram presos pela Força Tática, que recuperou parte dos pertences da vítima com um deles. A mulher, envolvida no crime, não foi localizada e nem o terceiro indivíduo. Segundo os dois presos, ela teria ficado com o restante dos pertences roubados e saiu do carro nas proximidades da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira. O trio foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.

PUBLICIDADE