PUBLICIDADE

Força-tarefa captura onça-pintada em quartel do 17º Batalhão de Fronteira

Rosana Nunes em 28 de Junho de 2022

Reprodução/Vídeo

Onça foi solta na Estrada Parque, distante da área urbana

Equipes da Polícia Militar Ambiental, Corpo de Bombeiros Militar, Fundação do Meio Ambiente de Corumbá, Instituto do Homem Pantaneiro e Exército, participaram de uma força-tarefa que capturou uma onça-pintada, macho, de 115 quilos, na noite de segunda-feira (27). Ela estava em um dos banheiros do 17º Batalhão de Fronteira, quartel que fica às margens do rio Paraguai. 

Imagens: Corpo de Bombeiros/ Edição: Ricardo Albertoni

Imagens dos principais momentos da captura e soltura da onça-pintada

A ocorrência começou por volta das 20h. O animal estava agitado, o local foi isolado e a porta travada. Os envolvidos na operação esperaram que a onça se acalmasse e foi feito o disparo de dardo tranquilizante. Após 30 minutos, com ela adormecida, foi possível entrar no local. As patas foram amarradas e a cabeça tampada, para evitar qualquer reação agressiva. 

Os veterinários verificaram a respiração e batimentos cardíacos e constataram que o animal estava sadio e sem nenhum ferimento. Com essas condições, mais um tranquilizante foi aplicado para que ela fosse reintroduzida em seu habitat natural. 

A onça foi levada para a Estrada Parque, distante 20 km da área urbana de Corumbá. Os militares esperaram o animal acordar e minutos depois, ele seguiu para a mata. A operação durou cerca de 02h30.

“Acompanhamos todo o processo de soltura, esperamos passar a anestesia completamente e o animal acordar. No final, deu tudo certo e o animal está na natureza”, afirma o coordenador do programa Felinos Pantaneiros, médico-veterinário Diego Viana.

PUBLICIDADE