PUBLICIDADE

Bombeiros e brigadistas continuam combatendo incêndio florestal no Passo do Lontra

Leonardo Cabral em 30 de Maio de 2022

Reprodução/vídeo Bombeiros

Sobrevoo identifica focos de incêndio

Na manhã desta segunda-feira, 30 de maio, o Corpo de Bombeiros Militar fez um sobrevoo de monitoramento e combate ao incêndio na região do Passo do Lontra, que sofre com incêndio florestal desde a última quarta-feira (25). Ao todo, 34 militares estão na área para conter o avanço das chamas na Operação Pantanal 2022. 

O sobrevoo detectou focos de incêndios esparsos ao longo da estrada que liga a pousada Xaraés até a fazenda Santa Otília.

Ainda foi realizado sobrevoo na fazenda São Judas e Pousada Xaraés, onde não foram identificados focos de incêndio. Porém, devido ao aumento da temperatura e velocidade do vento, um novo foco teve início nas proximidades da fazenda São Carlos, mas isolado por área queimada, não demandando, por hora, intervenção.

Ao todo, foram realizados quatro lançamentos nos focos de incêndio no Parque Estadual, chegando a 12.000 litros de água.

Divulgação/Corpo de Bombeiros

Combate é feito por terra e por avião tractor

Além dos militares e brigadistas envolvidos no combate às chamas, seis viaturas e uma aeronave tipo Air tractor, dão apoio no controle do fogo.

Focos de queimadas

Corumbá é a segunda cidade com maior número de focos de incêndio este ano. São 289 registros em quase seis meses. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). A primeira cidade é Feliz Natal, no Mato Grosso, com 311.

Só no mês de maio, já são 154 focos de incêndio registrados em Corumbá, que aparece em quarto lugar na lista. Tangará da Serra (MT), lidera com 217. Porém, nas últimas 48h, Corumbá tem maior número, com 74 focos de calor. 

PUBLICIDADE