PUBLICIDADE

Mulher é morta pelo irmão, que foge após esconder corpo e cavar buraco

G1/MS em 28 de Maio de 2022

Redes Sociais

Patrícia Benites foi morta em Campo Grande

A dona de casa Patrícia Serafim Benites, de 31 anos, foi encontrada morta na noite de sexta-feira (27), na residência onde morava, no bairro Tiradentes, em Campo Grande. Segundo familiares, foi o irmão dela quem a matou durante bebedeira na madrugada.  

"A gente tinha receio que algo assim pudesse acontecer. Todo mundo tinha medo dele", conta uma irmã da vítima e do suspeito, que fugiu logo após o corpo ter sido encontrado, enrolado em um lençol, debaixo de uma pia de concreto, nos fundos da residência. 

Próximo ao corpo de Patrícia havia um buraco, que, conforme a família, havia sido cavado pelo irmão. "De manhã, ele pediu uma pá para um outro irmão dizendo que iria cavar uma fossa na casa da mãe", lembra. 

Suspeitas 

Ao pedir a pá, o suspeito falou que Patrícia havia desaparecido com os filhos, de 3 e 5 anos. Depois, que a irmã havia saído para trabalhar e deixado as crianças com ele.     

José Aparecido/TV Morena

Buraco cavado pelo acusado de ter matado a irmã

Os familiares começaram a desconfiar que havia algo errado porque acreditavam que Patrícia não deixaria os filhos. Foram até a casa, ele estava nervoso e não deixava ninguém entrar.     

Diante de toda essa situação, dois irmãos forçaram o portão, entraram na casa e encontraram o corpo de Patrícia. O suspeito ainda estava no local e fugiu em seguida. A polícia foi acionada e até a publicação desta notícia o homem não havia sido localizado.

Medo

De acordo com familiares, o suspeito é um homem violento, ficou preso por cinco anos e logo que saiu, teria tentado matar a esposa e o filho. Por isso, voltou à prisão e algum tempo depois foi solto com monitoramento eletrônico. "Desde 2007 a vida dele é na cadeia". 

Ainda conforme a família, a relação dele com Patrícia era conturbada. "Os dois bebiam e brigavam".

PUBLICIDADE