PUBLICIDADE

Eleitores de Angélica voltam às urnas domingo para eleger prefeito

Da Redação em 13 de Maio de 2022

Divulgação

Votação será das 07h às 17h de domingo

O município de Angélica, em Mato Grosso do Sul (MS), elegerá neste domingo (15) os ocupantes dos cargos de prefeito e vice-prefeito até o final de 2024, para complementar o mandato impugnado de João Cassuci (PDT), eleito em 2020 com registro de chapa sub judice.

A expectativa é de que cerca de 8,6 mil pessoas participem da eleição suplementar nas 29 seções eleitorais espalhadas em cinco locais de votação. A eleição terá início às 07h e se encerrará às 17h. Quatro candidatos concorrem à prefeitura. 

Atuando como prefeito interino desde janeiro de 2021, Aparecido Geraldo Rodrigues (PSDB) tentará se manter no cargo, tendo como vice o empresário Omir Rogério da Silva. O ex-prefeito Roberto Cavalcanti (União), que perdeu a reeleição em 2020, volta à disputa pela coligação Trabalho, Força e União, tendo como vice Roberto Maran (PSB).  

A chapa Trabalho e Honestidade traz Francisco Soares Sobrinho, o Chico Bragança (MDB), com o vice Milton Motta Ramos (PSD). Por fim, a coligação Juntos Vamos Construir Angélica tem Edison Cassuci (PDT) como candidato a prefeito, com o vice Paulo Conconi (PTB).

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul (TRE-MS), serão utilizadas 38 urnas para o pleito, sendo 10 delas de contingência, para casos em que se faça necessária a substituição de alguma nos locais de votação.

Foram escaladas cerca de 300 pessoas, entre servidores, colaboradores, auxiliares, mesários e policiais civis e militares, para ajudar na realização do pleito, além do Juiz e do representante do Ministério Público Eleitoral.

Com informações da Agência Brasil e do TSE.

PUBLICIDADE