PUBLICIDADE

PRF inicia Operação Carnaval 2022 nas rodovias federais

Da Redação com Ascom PRF em 25 de Fevereiro de 2022

Divulgação/PRF

Em Mato Grosso do Sul, são 4.078 quilômetros de rodovias federais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta sexta-feira (25), a Operação Carnaval 2022 nas rodovias federais do Mato Grosso do Sul, que segue até a quarta-feira (02).

Neste ano de 2022, muitos estados e municípios optaram por não promover festas durante o período, no entanto, a PRF irá manter o reforço de fiscalização, principalmente com foco na alcoolemia ao volante, com cerca de 40 etilômetros à disposição dos policiais no estado; as ultrapassagens indevidas e o não uso de dispositivos de segurança – cinto de segurança e transporte de crianças em dispositivo próprio.  

 

No Mato Grosso do Sul, 500 PRFs distribuídos em 9 Delegacias e 23 Unidades Operacionais da PRF reforçam a fiscalização nos 4.078 quilômetros de rodovias federais, divididos nas onze BRs, 060, 158, 163, 262, 267, 359, 376, 419, 436, 463 e 487, que atravessam o estado, principalmente nos locais e horários onde os índices de criminalidade e de acidentes têm mais incidência.

 

Restrição de tráfego

 

Para melhorar a segurança, o feriado contará com restrição de tráfego em trechos rodoviários de pista simples. O descumprimento constitui infração de trânsito de natureza média (5 pontos) e multa de R$ 130,16 sendo que o motorista só poderá voltar a circular após o término do horário da restrição.

 

É proibido o trânsito de veículos ou combinações de veículos, passíveis ou não de autorização especial de trânsito (AET) ou autorização específica (AE), cujo peso ou dimensão exceda qualquer um dos seguintes limites regulamentares:

 

Largura máxima: 2,60 metros;

Altura máxima: 4,40 metros;

Comprimento total de 19,80 metros; e

Peso Bruto Total Combinado (PBTC) para veículos ou combinações de veículos: 57 toneladas.  

 

25/02 - sexta-feira, das 16h às 22h; 

26/02 - sábado, das 06h às 12h; 

01/03 - terça-feira, das 16h às 22h;  

02/03 - quarta-feira, das 06h às 12h.  

 

Operação Carnaval 2021

 

Em 2021, durante a Operação Carnaval, foram registrados 22 acidentes, sendo 5 considerados graves. Ao todo, 28 pessoas ficaram feridas e nenhuma morte foi registrada. Foram registrados 2.767 autos de infrações gerais. A PRF realizou 79 testes com o bafômetro – etilômetro nas rodovias federais do MS; 14 motoristas foram flagrados em fiscalizações com o etilômetro; 8 destes condutores foram presos.   

 

O Balanço final da Operação Carnaval 2022 será divulgado na tarde de quinta-feira (03 de março).

Orientações para quem vai pegar a estrada: 

 

Antes de viajar, o proprietário do veículo deve verificar as condições do carro. A manutenção deve estar em dia, em especial em relação aos itens de segurança, como sistema de freios, pneus e sistemas de iluminação e sinalização.   

 

- A viagem deve ser planejada de modo que o condutor evite conduzir o veículo por mais de quatro horas ininterruptas. Ele deve estar descansado e em condições físicas e psicológicas para a condução.

- O condutor deve respeitar a capacidade máxima de passageiros permitida pelo fabricante. Todos os ocupantes devem usar o cinto de segurança ou, em caso de crianças, o sistema de retenção equivalente (cadeirinhas, assentos de elevação etc) devidamente preso ao veículo.   

- As bagagens devem ser levadas em compartimento próprio, para evitar lesões em caso de envolvimento em acidentes. Se forem levadas em compartimento de passageiros, elas podem se deslocar e machucar os ocupantes do carro.     

- Os motoristas devem respeitar a sinalização, a velocidade máxima estabelecida para a via e, em relação às ultrapassagens, realizar a manobra somente em locais permitidos e quando houver tempo e distância para concluir a manobra sem colocar o trânsito em risco. Ressalta-se que ultrapassagens mal realizadas são responsáveis por um terço das mortes em rodovias federais.   

- Em caso de chuva, a velocidade deve ser reduzida, os faróis devem permanecer acesos e a distância de segurança entre os veículos deve aumentar. 

No caso de emergência em rodovias federais, ligue 191.

PUBLICIDADE