PUBLICIDADE

Operação Finados da PMA autuou 17 pessoas e aplicou R$ 18,5 mil em multas

Leonardo Cabral em 03 de Novembro de 2021

Divulgação/ PMA

Foram seis dias de fiscalização

Às vésperas da piracema, durante a Operação Finados, no feriado prolongado, conforme a Polícia Militar Ambiental, 15 ocorrências foram registradas, sendo 11 pessoas autuadas por pescar sem a licença ambiental e quatro foram autuadas e presas por crime de pesca predatória.

Foram apreendidos 63 kg de pescado nesta operação, contra 355 kg na operação passada, em 2020. As multas aplicadas totais somaram R$ 18.500,00 nesta operação e em 2020 foram R$ 146.300,00. Além disso, houve multas por desmatamentos e degradações de áreas protegidas e por maus-tratos a animais que totalizaram R$ 106.000,00.

Com relação aos petrechos ilegais destacou-se a apreensão de anzóis de galho, foram 320. Redes de pesca, que é o petrecho com maior potencial de depredação de cardumes, foram apenas cinco apreendidas, além de uma tarrafa.

[foto2]Também foram apreendidos seis barcos, seis motores de popa com tanque e 15 molinetes e carretilhas com varas. Com relação aos crimes ambientais, duas pessoas foram autuadas por desmatamento ilegal.

Uma espingarda calibre 28 e quatro armadilhas de caça foram apreendidas, depois de abandonadas por caçadores, que conseguiram fugir dentro das matas de uma reserva.

A Operação Finados teve início no dia 28, de outubro, com encerramento hoje (03).  Ela aconteceu dentro da operação Hot Point, que contou com 280 policiais.

A Piracema, época de reprodução dos peixes, começa nesta sexta-feira (05) e vai até 28 de fevereiro de 2022 nos rios de Mato Grosso do Sul.  

PUBLICIDADE