Menu

Segurança + Seções

Fale Conosco
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Seguindo mobilização estadual, PMs de Corumbá decidem pelo aquartelamento

Lívia Gaertner em 21 de Maio de 2013

Policiais militares do 6º Batalhão da PM de Corumbá estão aquartelados desde a manhã desta terça-feira, 21 de maio, depois de uma assembleia que definiu as medidas de protesto na busca de um percentual maior de reajuste salarial junto ao Governo Estadual.

Os serviços da PM, em Corumbá, estão sendo realizados apenas por 30% do efetivo, percentual exigido em lei. Nesse caso, apenas situações consideradas de emergência passam a ser atendidas pelos militares.

Segundo o diretor regional da Associação de Cabos e Soldados de Corumbá, Adamor Abreu de Oliveira Filho, além da questão salarial, são muitos os problemas da instituição, entre eles, viaturas em condições críticas, falta de efetivo e de fardamento.

Ricardo Albertoni/Diário Online

PMs de Corumbá decidiram pelo aquartelamento em assembleia realizada hoje na sede da instituição

"Não podemos ser radicais até porque estamos em negociação com o Governo, mas se não chegarmos a um acordo na 6ª feira, tudo indica uma paralisação total das atividades", declarou Adamor ao Diário.

De acordo com o site de notícias Campo Grande News, no Estado, também estão aquartelados os efetivos das cidades de Paranaíba, Costa Rica, Chapadão do Sul, Inocência, Figueirão, Paraíso das Águas e Cassilândia, Três Lagoas, Ponta Porã, Aquidauana e Campo Grande.

Na Capital, militares foram à Assembleia Legislativa, onde o presidente Jerson Domingos (PMDB), manifestou estar disposto a intermediar as negociações. O aquartelamento foi decidido após negativa do reajuste reivindicado pela categoria, que é de 17% do vencimento de um coronel em 2013, 20% para 2014, e aumento toda vez que a patente maior tiver o reajuste. O Governo apresentou proposta de 7%.

No quartel do 3º Grupamento do Corpo de Bombeiros, o atendimento segue normalmente, segundo informações da Central de Operações. Já na 2ª Companhia de Polícia Militar Ambiental de Corumbá, a informação é de que ainda não há uma definição sobre adesão ao aquartelamento.

Passeata

Os policiais militares, em Corumbá, estão programando a realização de uma passeata na manhã desta 4ª feira, 22 de maio. Os militares devem sair do quartel da PM, localizado na rua 13 de Junho, no bairro Arthur Marinho e seguir em direção às principais ruas da área central da cidade, onde pretendem chamar a atenção da população para os problemas enfrentados pela instituição. Após a passeata, prevista para 09h30, os policiais retornam para o quartel.

Leia também: Governo aumenta em 1% índice de reajuste, mas policiais não aceitam

Leia também: Em nota, Governo informa que segurança pública funciona normalmente

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
Fale com o Jornalista
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE