Menu

Entretenimento + Seções

Fale Conosco
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Cantora Ariadna representa MS em quadro do programa Raul Gil

Lívia Gaertner em 02 de Junho de 2012

A cantora Ariadna, que passou pela primeira fase do quadro "Mulheres que Brilham", no programa do apresentador Raul Gil, do SBT, é a representante de Mato Grosso do Sul na competição musical. A relação de Ariadna com a arte começou em família, dentro de casa. Em entrevista ao Diário, ela contou que o pai foi trompetista e cantor, enquanto a mãe sempre fazia da música presença constante na casa onde moravam. O casal foi o incentivador da carreira da filha que, aos 27 anos, está tendo seu talento mostrado em rede nacional de televisão.

Aos seis anos de idade, Ariadna entrou para as aulas de piano com as quais desenvolveu o refino musical no instrumento, além de trabalhar conjuntamente a voz. "Fiz aula durante nove anos e já, aos 14 anos de idade, comecei a cantar na noite de Campo Grande influenciada pela MPB e pelo samba", disse a cantora que, de lá para cá, ampliou e muito seu repertório inicial formado por apenas dez canções e acumulou experiência em apresentações.

Reprodução/SBT

Ariadna se apresentou na estreia do quadro e foi classificada

Para ela, a grande qualidade da música é ser universal e por isso já cantou variados estilos e também em alguns idiomas estrangeiros como o francês e italiano. "Hoje tenho um trabalho paralelo ao da MPB, que é o da música eletrônica. Gosto do World Music que engloba tudo, tanto música do Brasil quanto do exterior. Penso que música é isso, é tudo, mas nós temos que resgatar e valorizar alguns cancioneiros da música brasileira", avaliou a jovem cantora, que, no quadro televisivo, privilegia a música nacional.

Na apresentação do dia 05 de maio, data quando teve início a terceira edição do quadro "Mulheres que Brilham", a sul-mato-grossense escolheu para interpretar uma música emblemática para o povo brasileiro. "Fiquei muito feliz porque Aquarela do Brasil, sempre a guardei para um momento especial. Penso que, se tivesse a necessidade de se tirar o Hino Nacional Brasileiro e colocar outra música no lugar, para mim, seria ela. O arranjo da Gal (Costa) que fizemos é muito forte, pra frente e me emocionou muito tê-la cantado", comentou a cantora que foi extremamente elogiada pelo corpo de jurados do programa.

Porém, esta não foi a primeira vez que Ariadna encarou o desafio de se mostrar em rede nacional. "Já tinha participado do (programa) Raul Gil, em 2008, quando ele estava em outra emissora. Naquela época, acho que não tinha a maturidade profissional suficiente. Apesar de ter sido muito legal, não fui classificada", lembra ao confiar bastante nessa nova fase da carreira artística.

Apesar de estar há 13 anos cantando na noite, Ariadna ainda não concretizou o grande desejo de todo artista que se dedica ao meio musical: gravar um CD, porém usa o meio virtual para divulgar suas composições. "Eu componho também, mas não tenho um CD comercial porque realmente não é fácil. Muitos artistas sabem disso: que não é fácil, tampouco barato gravar um CD, mas eu tenho na internet, em perfis de redes sociais, várias composições minhas gravadas independentemente", contou ao avisar que o conteúdo está disponível para os internautas ouvirem e fazerem download.

Reprodução

Há 13 anos cantando na noite, sul-mato-grossense quer concretizar sonho de gravar CD

Ariadna segue na competição do programa Raul Gil e a nova apresentação deve ser exibida neste sábado, 02 de junho. A cantora diz que conta com a torcida de todo o Estado para que ela prossiga no quadro televisivo até a fase final, ajudando assim, a divulgar os artistas de Mato Grosso do Sul. "Convido todo mundo para ficar ligado em mim no programa para continuar representando nosso Estado, pois o Mato Grosso do Sul ainda fica um pouco à margem do país, as pessoas não o veem, não o conhecem. Agora é que está saindo um monte de gente daqui, graças a Deus, como o Michel Teló, o Luan Santana e eu espero que, cada vez mais, saiam artistas daqui para gente vangloriar esse Estado com valores que ele tem sim, não somente na música, mas nas demais formas de arte", desejou.

 

 

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
Fale com o Jornalista
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE